5 axés que formaram o nosso caráter

Amanda Campelo

cds-anos-90-2000

Como boa pedreirense que sou, cresci cercada do bom e velho Parafolia que nos meses de novembro enchia a Pedro Miranda de gente louca pra dançar o bom e velho axé ralando o tchan e pondo a tcheca pra sambar! MEU SONHO de uma vida toda era sair no Kalango Kids, mas mamãe não tinha grana pra comprar no cartão Yamada e pagar parcelado esse sonho que eu mantinha vivo em mim. Mas isso não me impedia de ir pra avenida sair na pipoca e acompanhar os grandes ícones da musa baiana que no penúltimo mês do ano vinham fazer a festa aqui em Belém. E depois de acompanhar os mais de 51527728928 snaps do Petterson, pensei “cara, o que tem mais a ver com carnaval do que relembrar esses bons tempos de Parafolia?”. Foi assim que nasceu esse post. E como bom produto fabricado nos anos 90, meu coração ficou indeciso e confuso pra conseguir classificar essas músicas em um “top”, então vai pela ordem em que Caio (boy que me abrigou no carnaval) e eu lembramos.

Meeeeeeeexe danadinha! GENTE, Gerasamba e É o Tchan são responsáveis pelo bem e o mal da nossa geração. De pensar que eu cantava “ela fez a cobra subir” jurando que a moça era encantadora de serpente. JAMAIS imaginaria que tinha a ver com sacanagi. Pra falar a verdade, vira e mexe me pego ouvindo alguma música que eu dançava loucamente quando era menor e penso “meu pai do céu, como mamãe me deixava ouvir essas músicas”.

E como esquecer do Pererê que saiu na capa do jornal? Veveta rainha! Precisa ser presidente desse país! Que mulher! Não vamo esquecer que ela também é a dona de várias músicas que nos fizeram querer aprender a coreografia só pra dançar na festa junina do colégio.

Desde bacurizinha a gente aprende que o movimento é sensual, que o movimento é sexy. Quando a gente completa 18 anos e começa a ir pro Café com Arte fica orgulhosa por ainda lembrar dessa coreografia.

Não tem como esquecer das grandes filosofas dessa geração que analisaram essa cadeia hereditária para nos livrar dessa situação precária! “As Meninas” tão aí desde os anos 90 mostrando o que a corrupção faz com o Brasil e constataram que o “rico cada vez fica mais rico e o pobre cada vez fica mais pobre”.

E por último e talvez a mais importante de todas que te fazem levantar da cadeira às 4 da manhã quando a festa tá pra acabar por motivos de TUDO COMEÇOU NA ILHA DO SOOOOOOOL

A ideia era fazer um top 10, mas vi que não ia conseguir fechar nas 10 de qualquer forma, então preferi deixar só 5 mesmo. Comentem aí aquela que faltou e que faz vocês ~mexerem a cadêra~

Gostou das dicas?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s