Adrianna Oliveira, 24

img_2342

Fotografia: Cleyton Telles

Meu nome é Adrianna Oliveira, tenho 24 anos e trabalho como editora de vídeos. Sou escorpiana com ascendente em sagitário, não sei bem o que significa, mas é isso aí. Nas horas vagas eu geralmente durmo e vejo Netflix, mas quando eu tô querendo viver um pouquinho, eu gosto de encontrar meus amigos nos barezinhos da cidade, cinema, restaurante, na verdade pouco importa o local, contanto que não seja uma festa lotada. Odeio multidões.

Eu tenho noção de que nem todos podem se vestir como gostariam, mas acredito que, na melhor das hipóteses da vida, Moda é a representação do que você quer ser. Geralmente eu vario muito de estilo, mas o que me acompanha em todas essas variações é o conforto. Não sei se parece, mas eu geralmente sou bem básica nas peças principais (saia, blusa, vestido). Às vezes, o meu armário parece o da Mônica. Quando eu gosto de uma peça, geralmente tenho várias iguais a ela. Então, no geral, eu sempre me visto muito parecida no decorrer dos dias e acabo dando mais personalidade no meu look por meio dos acessórios, como bolsas, tênis, jaquetas (é bem frio no meu trabalho) e maquiagens.

Acho que o jeito que eu me visto fala sobre a minha identidade no aspecto geral, mas em situações específicas poderia enganar muito. Eu vou do ódio mortal ao amor platônico em dois segundos, então a minha inconstância no estilo poderia ser analisada como reflexo da minha variação de humor, de ideias, etc.
img_2353

Fotografia: Cleyton Telles

Eu não sei combinar saia/calça e blusa direito, então usar vestido é a opção mais fácil pra mim, principalmente quando ele já é significativo o suficiente. É tipo matar dois coelhos com uma cajadada só. Boa modelagem, boa estampa, belo caimento, quase que não precisa de mais nada, ele se basta. Esse tênis surgiu sem meu consentimento, pois ele já me acompanha desde a oitava série. Eu até tentei um pretinho básico, mas me parece que ele já tem vontade própria. A bolsa é do pêlo da minha cachorrinha poodle, essa piada infame me persegue desde que comprei essa peça, não pude conter. No geral acho que é um look com cara de elaborado, mas é simples e confortável, geralmente todos os meus looks são assim. Odeio me sentir muito arrumada (whaaat).
Comprei o vestido numa loja plus size chamada Program, que fica no Shopping Boulevard. O tênis comprei na Ná Figueredo há quase 10 anos (pasmem, ainda vende o mesmo modelo). A bolsa comprei numa loja online chamada Elephant.

Gostou das dicas?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s