Os pequenos pássaros da Tayná Cardel

No fim de março desse ano, eu participei de um evento chamado Empodera que reuniu mulheres criativas e empreendoras da cidade. Nesse rol de talentos, estava a Tayná Cardel que, na ocasião, lançava a coleção “Pássaros” de pingentes feitos com plástico reciclado! Anotei na minha listinha de coisas para saber mais e cá está a entrevista com ela, que é formada em Artes Visuais pela UFPa e dona do perfil “Small Bird” que começou como um espaço para ela divulgar o seu trabalho com desenhos, mas que já virou uma “pequena empresa”, pois ela já recebe encomendas tanto das ilustrações para quadros, quanto pedidos de bolsas estampadas e, agora, dos pingentes em forma de pássaros.

Podes contar um pouco da história do Small Bird? O Small Bird nasceu por brincadeira já que eu gostava de desenhar, acabei criando uma página no Facebook inicialmente para ter um espaço para mostrar meus desenhos, no inicio eu não tinha uma visão comercial até que um dia recebi um pedido para vender um desenho, depois vieram as encomendas e eu fui fazendo bem amadoramente essa parte. Quando eu percebi tava se tornando um negócio, criei um Instagram também logo depois. O nome veio porque eu sempre gostei de pássaros, achava bonito o movimento e comportamento, mas em português sonoramente o nome não me agradava. Vejo meu trabalho de um modo bem autoral, eu pego referencias das coisas que eu gosto como plantas, séries, filmes, músicas, amigos, do que eu vejo ou vivo e vou criando do meu modo o que um dia uma cliente definiu como “bizarro, mas delicado”, eu acho que é isso. Atualmente eu comecei a ver o Small Bird como uma pequena empresa que vou construindo devagar e com calma para não me atrapalhar em nada.

Como surgiu a ideia de fazer os pingentes? A coleção “Pássaros” é a minha primeira coleção fora do papel, são pingentes feitos de plástico reciclado onde todo o processo é artesanal. Era uma coisa que eu queria muito fazer e não sabia como, pensei em vários tipos de materiais e acabei indo para um tipo de plástico de derrete no forno, creio que não é tão novidade pois é uma técnica que tem ficado famosinha na Internet, mas eu quis tentar de um modo que não fosse uma cópia de algo que já tá ai, queria que fosse algo bem meu, e os pássaros são características da página, acabei me inspirante neles e fui fazendo artesanalmente todo o processo.

Por que a escolha do plástico como matéria-prima? A escolha do material também se deu porque eu que eu já tinha esse plástico que é o 6PS, antigamente vendia doces e tinha embalagens feitas exatamente desse tipo mas acabei parando quando o Small Bird começou a crescer e aquilo ficou ali jogado, eu odiava a ideia de pensar que isso viraria lixo então resolvi testar e deu certo. Reciclar e consumir conscientemente qualquer coisa, seja roupa, alimento ou produto é algo que eu venho tentado trabalhar bastante na minha vida e esse processo de reutilizar eu considero muito importante, transformar algo que poderia ser só jogado fora em acessório para mim é satisfatório.

Por ter feito minhas pesquisas finais de curso nas relações da sociedade com a moda fui migrando para esse campo, acabei estudando muitas coisas em moda não só sobre tecidos ou as chamadas “tendências” mas a parte mais filosófica e social, a moda para mim é identidade e eu queria poder passar o meu trabalho; o meu processo, para as roupas. Comecei com as bolsas, com ajuda de uma amiga que costura para mim, fui pintando a mão mesmo alguns desenhos meus. Atualmente to criando uma coleção em roupas que ainda não tem data para ficar pronta pois eu to fazendo tudo a mão, quero que siga o mesmo processo dos pingentes e das bolsas de ser feito artesanalmente, se vou seguir assim eu não sei, até por conta do trabalhão que dá mas isso também me permite peças mais exclusivas.

Como as pessoas podem encontrar teus produtos? Eu vendo atualmente mais pelo Instagram e em bazar, tenho alguns produtos prontos mas rola também de encomendar, eu também continuo fazendo as ilustrações e voltei a fazer encomendas de retratos personalizados, como a família de alguém ou o filho de alguém, respeitando claro o meu tipo de desenho.

Quais os planos pro futuro da Small Bird? Eu faço planos para ter minha loja física completinha um dia, onde eu possa ter já tudo em estoque com vendas pela net e tudo mais, poder colocar os desenhos de várias ilustradoras que conheço nas paredes para decorar e muitas plantas também. Eu gosto sempre de ver os trabalhos dos outras meninas e divulgar as coisas que me agradam pois acho que a gente não cresce sozinha nunca então isso é o que eu espero ver concretizado.

Muito massa o trabalho da Tayná, né? Para acompanhar as ilustrações e novidades, é só acompanhar o perfil Small Bird Art no Instagram e Small Bird no Facebook.

 

Gostou das dicas?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s